quarta-feira, 12 de abril de 2017

O rosto da avó

A sala da Xana desafiou-nos, através de uma carta, a pensar o que são pessoas velhotas.
"São pessoas que usam óculos."
"Usam bengala."
"São pessoas magrinhas."
"Será que as pessoas velhotas vivem em casas velhotas?"
"Pessoas velhotas têm rugas."

Muita foi a discussão sobre o assunto e ao responder à Xana, recebemos de volta o livro "O rosto da avó" de Simona Ciraolo. Um livro que fala de rugas e das histórias que contam as linhas que vão aparecendo no rosto.

Assim, nada melhor que trazer a avó Cristina, avó do Rafael, à nossa sala para contar as memórias que traz nas suas (poucas) rugas! E as linhas do rosto da avó Cristina contaram mesmo muitas histórias e algumas bem divertidas!

 No seu riso contagiante e nas mais de vinte fotografias que trouxe, conhecemos melhor o Quénia, a Tailândia, a China...


 Depois, juntos fizemos o registo desta visita!

 Muito obrigada à avó Cristina por esta manhã de memórias partilhadas!

terça-feira, 11 de abril de 2017

Histórias muito especiais...

No dia 2 de abril celebrou-se o Dia Internacional do Livro Infantil. 
Na nossa escola privilegiamos o contacto com vários tipos de livros infantis e tentamos que esta primeira abordagem à leitura e à escrita inclua experiências bastante ricas. A vinda da Bru, uma contadora de histórias, à nossa sala foi uma delas e marcou esta data especial da melhor forma!

A Bru chegou com uma mala cheia de livros e inundou a sala de magia. Histórias novas que adoramos e até histórias conhecidas que levaram um toque muito especial.



 No final ainda houve tempo para mostrarmos as nossas produções e algumas das histórias que criamos.


Queremos agradecer imenso a vinda da Bru porque tornou a nossa manhã num momento repleto de criatividade e imaginação!

terça-feira, 21 de março de 2017

Quando custa a poesia? Não custa dinheiro, se quiseres é só alegria!

Este ano temos falado bastante de poesia e temos percebido que a poesia pode ser bastante interessante e divertida!
O mês passado assistimos ao espetáculo "Poemas para bocas pequenas" e desde aí a poesia entrou-nos pela porta dentro!

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Poesia - 21 de março - e por isso, em parceria com a sala da Mónica, falamos dos poemas da Luísa Ducla Soares.

Cada sala trabalhou um poema e apresentou-o. A sala da Mónica apresentou-nos o poema "O que uma criança sofre", acompanhado de um magnífico registo!


Na nossa sala o poema escolhido foi "Quanto custa?". Primeiro falamos sobre as várias partes do poemas - pergunta e resposta - e depois organizamo-nos em pequenos grupos para brincar com as palavras, mimar o poema e declama-lo à sala da Mónica. Ainda conseguimos descobrir as palavras que rimam!!








Assim, a poesia vai entrando pela escola, ganhando maior relevo e sendo cada vez mais vivida...

Os nossos pais são os maiores!

Na sexta-feira festejamos o dia do Pai na nossa escola.
Mais uma vez estavamos super empolgados por receber os nossos pais na sala e fazer com eles algumas atividades.

Houve tempo para tudo! Prendas, criatividade, sentido de responsabilidade, jogos na sala, um bom pequeno almoço...









Pais e filhos aproveitaram ao máximo mais um tempo privilegiado para estarem juntos! Adoramos ter os nossos pais connosco!

terça-feira, 14 de março de 2017

Cada pai, uma especialidade diferente!

O dia do pai aproxima-se e com ele a ansiedade deste momento... Hoje falamos sobre os pais!
Fizemos a área vocabular da palavra "pai" com a significância que cada um lhe dá..

Primeiro, em grupo, escolhemos onze palavras para formar a área vocabular. Depois, cada um escolheu a palavra que considerou identificar melhor o seu pai e ilustrou-a. 
Palavras repetidas houve algumas, mas para cada um o significado é único e especial...



Sexta-feira cá esperamos por cada um dos pais, para mais surpresas!

O arco-íris também apareceu na nossa sala!

As comunicações das outras salas servem muitas vezes de ponto de partida para as atividades que vamos desenvolvendo!

A sala da Carmo convidou-nos para assistir ao projeto do arco-íris e cheios de entusiasmo lá fomos nós! Adoramos ouvir a comunicação e descobrimos que já sabemos muitas coisas sobre o arco-íris. O grupo que trabalhou este projeto sugeriu que fizéssemos uma experiência para perceber como aparece o arco-íris...

Na tarde comparticipada das ciências quisemos experimentar e usando os vários materiais necessários - um recipiente com água, um espelho, o sol que incide na nossa sala à tarde e uma folha de papel branco - fizemos aparecer o arco-íris!

No final da experiência, cada um fez o registo da mesma com os materiais e as técnicas que escolheu.



Obrigada à sala da Carmo por mais um convite tão enriquecedor!

quarta-feira, 1 de março de 2017

O Carnaval é todos os dias!!

Porque na nossa sala, o Carnaval é todos os dias e a imaginação não tem limites!



Na sexta-feira passada foi assim!


Mas o mais importante é que todos os super heróis mantenham os fatos bem engomados e prontos a usar... Assim, podem ser sempre quem quiserem!


Boas brincadeiras!