quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Surpresa de quatro patas!

No âmbito da proposta de conhecer os animais domésticos da nossa sala, a Maria Rita e a família trouxeram a Luna à nossa sala. A Luna tem dois anos e é uma cadela super meiga, brincalhona e obediente!


As festas à Luna foram uma constante. O receio inicial transformou-se em alegria e excitação! Alguns a medo, mas a maioria foi completamente conquistada pela querida Luna!



Muito obrigada à Maria Rita e à família por nos apresentarem o elemento da família que nos faltava conhecer!

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Como podemos brincar dentro de uma caixa?

A sala da Mariana partilhou connosco as construções com caixas de cartão, que resultaram do projeto "O que podemos inventar com uma caixa?".
Assim que recebemos na sala o barco, o comboio e a casa de cartão demos inicio à brincadeira!
Entramos dentro das caixas, saímos, saltamos, escondemo-nos, brincamos a pares e em pequenos grupos e utilizamos os utensílios da sala para enriquecer as brincadeiras!

Este foi um projeto técnico que resultou numa grande partilha para todas as salas e enriqueceu o nosso ambiente educativo. Obrigada à sala da Mariana por mais esta partilha...






segunda-feira, 13 de novembro de 2017

A gata do Vicente entrou-nos pela porta!

No diário de grupo apareceu a proposta de conhecermos melhor os animais de estimação de cada um.
O primeiro foi o Vicente, que trouxe a sua gata Astra à sala.
Super meiga e de pêlo fofo, a Astra fez as delicias de todos! Demos festas, brincamos e adoramos recebê-la!

Muito obrigada à família do Vicente que nos proporcionou um momento tão bom! Ficamos a conhecer melhor o Vicente, a sua gata e a sua cultura!




Fizemos a salada para o almoço!

"... todos os momentos do quotidiano de vida na creche devem ser entendidos como atividades humanas autênticas e, por tal, marcadamente culturais." (Folque, Bettencourt & Ricardo, 2015)
Neste sentido, as crianças devem ser envolvidas em todas as atividades da sua rotina e compreender cada processo associado ao seu dia-a-dia.

Na quinta-feira, chegamos de manhã à escola e fomos à cozinha perguntar o que seria o almoço. Descobrimos que era preciso fazer salada de cenoura e por isso disponibilizamo-nos para ajudar.
Pedimos à Adi, a cozinheira da nossa escola, para nos dar todos os utensílios e as cenouras já lavadas. Fomos para a nossa sala, experimentamos e exploramos as cenouras, ralamos as mesmas com o ralador e ajudamos em todo o processo.






"As refeições são atividades humanas carregadas de significado enquanto espaços sociais de encontro e espaços de afirmação de culturas próprias e partilhadas" (Folque, Bettencourt & Ricardo, 2015). Assim, ficamos a conhecer melhor todo o processo de realização de parte da refeição que comemos todos os dias. Adoramos fazer parte deste momento!

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Ampliando reportórios culturais... com o Piu!

Segundo Folque, Bettencourt & Ricardo (2015), "compreendemos a creche como uma instituição eminentemente educativa e, por isso, onde a cultura constitui o centro da sua atividade, fazendo circular no seu quotidiano as práticas e os instrumentos que constituem o nosso processo de humanização. Só assim ela pode acrescentar cultural e humanamente todos os que nela participam".

Assumimos assim, a importância da revitalização da cultura na creche e o contacto com reportório cultural diferenciado ao longo de todo o ano.

Desta vez, recebemos na nossa escola o Piu - Teatro do Biombo, que com uma banda sonora de qualidade, bem como o fator surpresa ao longo de toda a atuação, proporcionou a todos momentos bem divertidos! Participamos em várias partes do espetáculo e adoramos!







segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Na nossa agenda temos espaço para tudo!

Na nossa agenda semanal, a quinta-feira de manhã é dedicada à cultura alimentar.
Temos experimentado sabores novos, explorado os alimentos e esta semana fizemos um bolo de iogurte.
Começamos por explorar os ingredientes e depois passamos à confeção!





Ao lanche, todos provamos o bolo que tínhamos feito e adoramos!




Pusemos as mãos na massa, literalmente, e descobrimos que somos ótimos cozinheiros!

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Do diário... para a plantação de physalis!

À porta da nossa sala temos um diário de grupo partilhado por toda a comunidade. É a partir deste diário que damos sentido às atividades que vamos fazendo e que partilhamos uns com os outros as novas descobertas. 

A Tânia, mãe do Santiago da sala da Marta Botelho, viu as nossas partilhas na coluna do fizemos e percebeu que tínhamos estado a explorar physalis e tamarindos, que a Luísa trouxe.
De imediato, contou-nos que tinha physalis em casa, em raíz, para plantar. Ficamos muito entusiasmados com a proposta e esperamos ansiosamente que a raíz de physalis chegasse.


Um dia depois, o Santiago partilhou a planta e descemos até ao recreio para explorar a terra, os vasos e a própria raíz!! Mexemos e juntamos terra, observamos e colocamos a raíz no vaso e regamos com um pouco de água.






No final, levamos a planta para a nossa sala e agora de dois em dois dias regamo-la (há sempre muitos voluntários!!) à espera que cresça!
Muito obrigada ao Santiago e à sua família por nos possibilitarem uma experiência tão boa!